InvestimentosNotícias

Número de mulheres investindo na Bolsa dobra em quase 5 anos

0

As mulheres estão dominando o mercado financeiro. Número de mulheres investindo na Bolsa dobra em quase 5 anos.

Crescente número de investidoras

Em 2014, a quantidade de investidoras mulheres era de 137 mil, de acordo com dados da Bolsa Brasileira, a B3. No ano de 2019, no mês de julho, há o registro da presença de 270 mil mulheres investidoras. Em praticamente cinco anos, houve um crescimento de cerca de 97%.

O crescimento no ano de 2019 foi espantoso, pois no final de 2018 existiam cadastradas 180 mil mulheres investidoras, ou seja, no primeiro semestre de 2019 houve um crescimento aproximado de 90 mil investidoras.

Embora o ritmo de crescimento de investidores do sexo masculino seja maior, alcançando um patamar de 123%, o aumento das mulheres no investimentos em renda variável é significativo.

É provável que você goste:

3 oportunidades de trabalho autônomo para contornar uma demissão

4 truques para investir dinheiro sempre

Neon lança ferramenta que permite transferir dinheiro em 8 segundos

Principais obstáculos para aumentar o número de mulheres investindo

A falta de informação é apontada como um dos principais obstáculos ao crescimento da participação feminina na Bolsa, ao lado da menor renda (17% inferior à dos homens) e do perfil mais cauteloso, segundo informações.

A economista Gabriela Mendes, de 24 anos, percebeu a carência de plataformas que tratam de investimentos para o público feminino e crio o curso No Front Empoderamento. Ela informa que “80% do meu público são mulheres e eu trabalho com uma linguagem acessível. Por causa dessa parcela expressiva, criei o curso de educação financeira básica para mulheres. Em março, o No Front participou da primeira edição do WomanWill, o programa de capacitação promovido pelo Google”.

De acordo com Sandra Blanco, consultora de investimentos da Órama, a falta de informação é um dos maiores fatores de impedimento: “a princípio as mulheres  têm um perfil mais cauteloso quando não têm informação suficiente sobre o tipo de investimento. No momento em que elas compreendem os conceitos, conseguem mudar o perfil de investimento de conservador para arrojado”.

Você, mulher, nos conte aqui nos comentários como tem sido a sua experiência de investimentos!

Enfim, gostou da matéria sobre mulheres investindo?

Então, siga o Dinheiropédia no Facebook e no Instagram. Além disso, não deixe de acompanhar todos os nossos conteúdos semanais sobre finanças, educação financeira, empreendedorismo e investimentos.

Felipe Bertoni
Empreendedor, Especialista em Gestão Empresarial, Doutorando em Direito e eterno aprendiz. Sua maior força de caráter é a curiosidade. Apaixonado por estudar, aprender e buscar conhecimento. Acredita que a informação de qualidade tem potencial de transformar a vida das pessoas. Cofundador do Dinheiropédia.

    4 truques para investir dinheiro sempre

    Anterior

    Vale a pena pedir cartão com função débito na NuConta?

    Próximo

    Talvez você goste



    Deixe seu comentário