Educação financeiraNotícias

4 truques para investir dinheiro sempre

0

No artigo de hoje vamos ver 4 truques para investir dinheiro sempre, mesmo que você não tenha um salário muito alto! Vamos lá.

1. Primeiro investir, depois viver é um dos truques para investir.

O primeiro truque para investir sempre é priorizar os investimentos. Assim, a primeira providência a ser adotada quando entrar o seu salário é investir! Depois você vive com o restante do salário.

Mas, por que isso é importante e isso faz sentido? Porque o ser humano é dotado de uma característica que faz com que ele se desenvolva constantemente e supere grandes desafios, qual seja: a adaptabilidade.

Lembra de quando você era estagiário e tinha um salário pequeno? Ou, lembra de como era a sua vida antes de você ganhar um aumento? Você conseguia sobreviver! Vale dizer, se você reservar um valor para garantir a sua saúde financeira e não contar com ele para os gastos rotineiros mensais, certamente você vai se adaptar e vai conseguir sobreviver.

2. Dobre a sua renda, mas não eleve seu padrão de vida (ou não eleve tanto)

Trace metas e direcione esforços para conseguir dobrar a sua renda, seja por meio de investimento em qualificação pessoal, seja por meio da descoberta de novas fontes de renda. Paralelamente a isso, mantenha estável o seu padrão de vida.

Não é porque você começou a ganhar mais dinheiro, que você precisar aumentar as suas dívidas. Esse tipo de mentalidade conduz o sujeito à corrida dos ratos, na qual, quanto mais o sujeito ganha, mais ele gasta e, consequentemente, está tendo sempre que correr, não conseguindo encontrar a tranquilidade financeira.

Para exemplificar, imaginemos um sujeito que tenha um salário de R$ 1.500 e não consegue investir nada. Todo o seu salário é direcionado para a manutenção do seu padrão de vida. Digamos que, após investir em qualificação profissional, ele recebe uma promoção e passa a ganhar R$ 3.000. Caso o sujeito consiga manter o seu padrão de vida anterior, ele terá à sua disposição o valor de R$ 1.500. Agora, vamos imaginar que o sujeito resolva elevar o seu padrão de vida – o que, claro, é justo – aumentando os seus custos em R$ 500. Ainda assim sobraria o valor de R$ 1.000 para investimentos em longo prazo que possibilitassem uma maior tranquilidade financeira.

É provável que você goste:

3 oportunidades de trabalho autônomo para contornar uma demissão

Consegui sair do buraco! 3 dicas para evitar novas dívidas

Neon lança ferramenta que permite transferir dinheiro em 8 segundos

3. Crie fontes de renda que não te impeçam de ter novas fontes de renda

Hoje em dia é possível estabelecer uma série de fontes de renda. Uma delas é vender a nossa força de trabalho para, ao final, receber um salário. É assim que a maioria das pessoas paga as suas contas. Mas, vamos voltar ao exemplo acima, no qual o sujeito começou a investir R$ 1.500 por mês. Ele está criando uma fonte de renda passiva, ao ser remunerado pelo dinheiro que empresta ao banco, ao Estado ou às empresas, dependendo do investimento que ele escolheu. Essa fonte de renda passiva não exige dele uma contraprestação de tempo, ou seja, ele segue sendo perfeitamente livre para empregar o seu tempo na busca de outras fontes de renda.

Assim, além do salário, ele possui agora um investimento que lhe remunera, e pode tentar, ainda, usar o seu tempo livre para buscar outras formas de ser remunerado.

4. Teste novos investimentos quando você já estiver acostumado com os seus investimentos anteriores é o último dos truques para investir

Se você nunca investiu, comece por um investimento conservador. Por exemplo, você pode tirar o dinheiro da poupança e alocar em títulos do Tesouro Direto, que normalmente possuem maior rentabilidade.

Que cuidado você deve ter após esse momento? O cuidado de não se acomodar. Sair da poupança e ingressar no Tesouro Direito já é um grande passo, mas existem vários outros que ainda podem ser dados.

Efetivamente, há inúmeros investimentos disponíveis (CDB, LCI, LCA, Bolsa de Valores, Dividendos). A diversificação pode aumentar a rentabilidade da sua carteira de investimentos. Assim, depois que você já se acostumou com o primeiro passo, é possível que, aos poucos, você continue a sua caminhada rumo à independência financeira.

Enfim, gostou da matéria sobre truques para investir?

Então, siga o Dinheiropédia no Facebook e no Instagram. Além disso, não deixe de acompanhar todos os nossos conteúdos semanais sobre finanças, educação financeira, empreendedorismo e investimentos.

Felipe Bertoni
Empreendedor, Especialista em Gestão Empresarial, Doutorando em Direito e eterno aprendiz. Sua maior força de caráter é a curiosidade. Apaixonado por estudar, aprender e buscar conhecimento. Acredita que a informação de qualidade tem potencial de transformar a vida das pessoas. Cofundador do Dinheiropédia.

    Neon lança ferramenta que permite transferir dinheiro em oito segundos

    Anterior

    Número de mulheres investindo na Bolsa dobra em quase 5 anos

    Próximo

    Talvez você goste



    Deixe seu comentário